Home Crenças As crenças são poderosas!

As crenças são poderosas!

8 min ler

As crenças são poderosas. As crenças escravizam o ego. O que o ego acredita torna-se a realidade da pessoa. Basta acreditar para ser real. O que se pensa que é real é real. Só para aquela pessoa. Mas, para a mente dela é real. Vivemos num universo mental, portanto a realidade é a realidade que existe na mente da pessoa. Até que a realidade objetiva se imponha. Uma pessoa que ache que um monte de terra é um monte de ouro, lutará de todas as formas para possuir aquele monte de terra. Mentalmente não enxerga que é terra. Acha que é ouro. E toda tentativa de mostrar o contrário não funcionará até que haja uma conscientização. Uma quebra da dissonância cognitiva. Uma catarse. Um evento traumático. Uma perda. Um sofrimento. Nesse momento a pessoa enxerga que é terra. E solta.

Quando se fala crença pode-se pensar que estamos falando de crenças religiosas. Tal a crença de que crença só pode ser sobre assunto religioso! Como a pessoa deve dirigir no trânsito? Isso é uma crença. Como ela deve gastar o dinheiro que ganha? É uma crença. Como deve trabalhar? É uma crença. Como deve tratar as pessoas? É uma crença. Como deve pedir algo no mercado? É uma crença. Como deve pegar o dinheiro para pagar no caixa? É uma crença. Se receber troco a mais o que fazer? É uma crença. Como engraxar os sapatos? É uma crença. Como usar garfo e faca? É uma crença. O que ler? É uma crença. Que profissão ter? É uma crença. De que se alimentar? É uma crença. Tudo que fazemos depende de uma crença qualquer. Vivemos de acordo com as crenças que temos. Desde a forma de levantar da cama de manhã, vestir a roupa, pegar as coisas, dirigir o carro, entrar no ônibus, cumprimentar os colegas de trabalho, forma de trabalhar, etc. Tudo tem uma crença por trás. Provavelmente todas inconscientes. Já estão automatizadas. O subconsciente já “pilota” a vida da pessoa automaticamente. Mas, as crenças estão lá. Controlando a vida da pessoa e fazendo com que sejam realidade. Se a pessoa acha que tem crise econômica terá crise. Se acha que não tem crise não terá crise. Mas, é muito difícil de aceitar isso. E isso também é uma crença!

A única forma de se livrar dos condicionamentos (crenças) é questiona-lo. Analisar os resultados e ver se são condizentes com o que se espera. Os resultados são a realidade objetiva. Olhar em volta e ver os resultados dos demais. Os da própria pessoa é claro que ela acha que são normais; já que ela mesma está criando aquilo com a própria mente. Somente quando vemos os demais é que podemos comparar. Temos um referencial. Achamos que existe uma crise econômica, mas se conhecemos alguém que não está em crise, temos de nos perguntar o que está acontecendo com aquela pessoa. A crise não é para todos? A crença diz isso, mas estamos vendo que não é bem assim. Tem gente que continua crescendo. Então tem algo “errado”. A crise não é para todos. Mas, para chegar nessa conclusão será necessária uma troca de paradigma. Uma mudança de sistema de crenças. Questionar as próprias crenças. Questionar os condicionamentos desde que nascemos e nem lembramos mais que foram postos em nós. Só que esses condicionamentos (crenças) estão bem vivos no inconsciente e aparecem nos resultados e comportamentos. Se uma pessoa dirigindo um carro entra numa contramão conscientemente o que significa isso?

É indispensável ter autoconhecimento. O autoconhecimento permite enxergar as crenças e assim podemos muda-las. Crenças são apenas as coisas que acreditamos. Não são a verdade. A Terra é plana. Se velejarmos para o oeste cairemos pela borda da Terra. A maioria das pessoas acreditava nisso a 500 anos. Foi preciso muito trabalho para provar para as pessoas que a Terra não é plana. Uma foto tirada do espaço prova isso, mas a pessoa pode acreditar que a foto é uma montagem e que a Terra é plana! Crenças são muito difíceis de se mudar. Crenças são confortáveis. Tornam o mundo conhecido. O ser humano detesta o desconhecido, pois tem de sair da zona de conforto e isso dá trabalho. Terá de elaborar um novo sistema de crenças que se adeque à nova realidade percebida. Isso implica em mudar os caminhos neurais no cérebro e nenhum cérebro gosta de fazer arrumação nele mesmo. É como ficar na casa no dia da faxineira. É complicado!

(Prof Hélio Couto)

www.opoderdesoltar.com.br

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Walmei
Carregar mais em Crenças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Verifique também

POR QUE VOCÊ SOFRE TANTO NESTA VIDA?

Follow me Por que ninguém na tua escola, na faculdade, dentro da sua família te ensinou qu…