Home Dinheiro Nós queremos dinheiro, mas temos medo de crescer, e aí?

Nós queremos dinheiro, mas temos medo de crescer, e aí?

3 min ler

Quando você diz as pessoas para crescerem a resistência das pessoas a isso é tremenda. A resposta sempre vem acompanhada de um “mas”. Procuram-se atenuantes ou justificativas para não crescer. Como se crescer fosse uma coisa ruim que temos de suportar. Está tão entranhada na mente do povo a ideia de que o dinheiro é incompatível com a espiritualidade que qualquer menção a ganhar dinheiro é vista como algo mau, como pecado. E logo surgem as justificativas para não ganhar ou ganhar pouco.

Esse tipo de crença é que leva ao endividamento, porque ou a pessoa ganha ou empresta. Quem tem uma visão de mundo diferente dessa? Pouquíssimos. Os que estão acima desta preocupação são os que não tem problema com dinheiro, não ligam para dinheiro e por isso o dinheiro vem sem parar. Os demais estão obcecados com os problemas econômicos e financeiros mas em ritmo de sobrevivência e não de expansão.

Quando a pessoa se recusa a crescer é inevitável que mais cedo ou mais tarde ela se endivide. De um jeito ou de outro. Seja por uma má administração das próprias finanças, seja pelo incessante apelo ao consumo que rege a sociedade. Consumir sem parar para amortecer os problemas emocionais, e as técnicas para fazer consumir são extremamente eficientes.

Essa resistência a ganhar levará a ter carência de recursos e quando precisar destes recursos só restará o endividamento, porque a pessoa não pensa em se abster de alguma coisa para não se endividar. Basta passar o cartão…

A resistência é pura auto sabotagem, isso é bem disfarçado com mil desculpas ou escolhas erradas. Por exemplo: entre fazer um trabalho que ganha mais e um que ganha menos a pessoa escolhe o que ganha menos. E assim que ganha um dinheiro a mais, gasta imediatamente.

(Prof Helio Couto)
www.heliocouto.com

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Walmei
Carregar mais em Dinheiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Verifique também

A LIÇÃO DO CACHORRO

Follow me Um veterinário foi chamado para examinar um cão de 13 anos de idade, chamado Bat…