Home Reflexões Não leia este texto! realidade nua e crua

Não leia este texto! realidade nua e crua

11 min ler

Vamos falar um pouco sobre amizades? Pois é! tenho uma histórinha real pra te contar. Será que você aguenta a realidade? Bom…

Estava num certo local, conversando com uma pessoa e de repente ele solta:

“Tive um Câncer!”

E então respondi: Nossa! como foi?

Cara, tive câncer através de anabolizantes. Eu era muito forte, 52 de Biceps, pernas fortes, enfim, corpo grande.

Eu respondi: Caraca! câncer!

Ele: sim! tive Câncer de Próstata, também, tive de fígado e ainda de sobremesa obtive um câncer na coluna.

Eu respondi: Meu Deus! três? Então o fato de você estar conversando comigo aqui é um milagre.

Não me recordo bem, mas ele disse que o câncer comeu 3 vertebras…acho, comeu algo que não me recordo agora.

Enfim, um câncer já é super difícil, imagine três!!

Continuando…

Aí perguntei: E as amizades? O que elas fizeram? Aí que ele conta alguns podres para que você do outro lado do computador reflita muito SOBRE AS PESSOAS QUE ESTÃO A SUA VOLTA.

Ele viu e aprendeu algumas coisas, vamos até elas:

1- Não existe amizades quando você está doente, todas desaparecem,, segundo ele.

2- Segundo fator chocante que ele viu foi quando entrou num restaurante sobre uma cadeira de rodas e com apenas 49 kg com sua esposa, alguns “amigos” saíram do restaurante. Pois é! todos saíram de perto dele.

3- O Terceiro fator triste que ele viu foi que quando estava fazendo quimioterapia tinha 18 pessoas e apenas ele SOBREVIVEU.

4- Outro fator muito preponderante foi ele perceber que tinha várias esposas com seus maridos ricos na quimioterapia e todas estas esposinhas abandonaram seus maridos na doença, com algumas delas ainda torcendo para o marido morrer. É mole?

5-  Ele vomitava de manhã e a tarde devido a quimioterapia e ficou assim por 2 anos.

5- Sobrou apenas a sua esposa. Ela trocou fralda, limpou a bunda quando fazia cocô e ainda ficou com ele 2 anos numa cadeira de roda andando com ele pra lá e pra cá. Já os “amigos”…(rs)

5- Saldo da doença: Fígado cortado, próstata inchada e arrancada e ainda problema em 3 vértebras.

Assim, perguntei: Você viu muita coisa ao ficar doente, então, qual foi a lição que você tirou de tudo isto?

Eu era muito arrogante rapaz! me achava o cara! tinha meus 18 funcionários, era bombadão, 3 carros importados na garagem e ainda muitos “amigos” nas minhas festinhas. Então, aprendi a ser mais humilde, Deus me deu uma chance, entretanto, a porrada dele doeu demais! foi uma coça que nunca mais vou esquecer na minha vida! mas que valeu apena, hoje, sou outro homem graças ao Câncer.

Eu respondi: Sempre digo para as pessoas que uma doença não é ruim, é a maneira que a olhamos que é ruim, veja o quanto o câncer te amadureceu, no fundo, apesar da dor, ela foi muito boa para a tua vida.

E continuei dizendo…

Você está de parabéns pela sua história, eu, walmei, hoje, gosto de conversar com pessoas que me enriqueçam, tua história contribuiu muito para a minha, então se eu fosse você iria dar consultoria ou dar uma palavra motivacional para as pessoas que ainda estão com Câncer.

Ele me respondeu:

Puxa cara! verdade! eu estou indo na casa de uma pessoa e ela fala que eu não posso ficar longe dela, por que eu sei tudo que acontece, eu sei todos os caminhos da doença, ela mesmo me disse que estou ajudando-a demais”.

Eu respondi:

“Então, ta aí seu caminho, ajudar as pessoas a não desistir de se curar do câncer, este é o teu caminho!” 

Ele responde:

“Eu falo com algumas pessoas sobre anabolizantes, mas não adianta, muitos não escutam!”

Eu respondi:

Foda-se! já dei palestra para 1000 adolescentes e apenas 1 veio falar comigo por agradecer a mensagem da palestra, pois o que eu disse, segundo ele, era o que ele precisava ouvir. Salvei 1! em 1000! então dane-se quem não quer! deixe-os tomar a coça de Deus que você tomou! mas acho que você ainda vai livrar muita gente desta doença.

Bom…pra terminar, quero fazer algumas reflexões sobre o que eu aprendi sobre amizades, pois o que ele passou não foi novidade pra mim. Filhos abandonam pais no hospital, imagina amizades. Já estou super vacinado com amizades, GRAÇAS A DEUS! e COM SERES HUMANOS.

Bom…depois dessa história arrepiante, vai aqui algumas reflexões para você pensar:

1- A amizade hoje virou cumplicidade de interesses, é a verdadeira máxima: “O que eu vou ganhar com isto?”

2- Usamos os seres humanos como meio e não como fim. Por exemplo: eu estou carente, então te uso para fazer companhia.

3- As amizades não são uma relação de troca onde você cultiva esperando a colheita, mas quem espera não é amizade é COMÉRCIO. É um plano de previdência.

4- As amizades são horizontais. Elas se baseiam no TOMA LÁ DA CÁ.

5- As amizades são feitas por circunstâncias. Temos amizades no emprego, por exemplo, mas se ele for embora do emprego, vai desaparecer.

6- Existem amizades entretenimento. Aqueles amigos que só servem pra tomar cervejinha e ir para uma balada.

7- Existem as amizades que são aduladoras, este tipo de pessoa concorda com tudo que você fala, sempre te agrada e nunca tem uma conversa honesta e de valores com você.

8- Existem amizades usuário. Não de drogas! mas aquele que te usa para algum benefício próprio.

Enfim, mas por que tudo é assim? por que as pessoas ficaram desse jeito? Por que foi surpresa para este rapaz bem sucedido ver que todas as pessoas desapareceram quando ele ficou doente?

Pra mim, já vacinado, é simples a resposta: TODOS ESTÃO NO EGO e se estão no ego NÃO SÃO SERES HUMANOS, SÃO ZUMBIS. E ZUMBI NÃO AMA!

Espero que você tenha aprendido muito com esta história super real e pare de bancar um filho da puta com amigos e pessoas, pois tem muita gente sofrendo neste momento.

(Walmei Junior)

 

 

 

 

 

 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Walmei
Carregar mais em Reflexões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

Verifique também

QUE CEGUEIRA! OS SERES HUMANOS NÃO VIVEM O PRESENTE

Follow me Você acha que vive o presente? Claro que não! sei muito bem por mim mesmo! Sei o…